14/2/2015 - Delegacia Sindical de São Paulo
Por Delegacia Sindical de São Paulo

Frente São Paulo: Primeira reunião define rumos para a luta em 2015

Delegacia Sindical de São Paulo
O grupo planeja realizar ainda no primeiro semestre um seminário técnico sobre a PEC 555 em São Paulo.

A coordenação da Frente Nacional São Paulo pela PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 555/2006 se reuniu na quarta-feira (11/02) na sede da DS (Delegacia Sindical) São Paulo do Sindifisco Nacional (Sindicato dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil).

O encontro, conduzido pelo 1º vice-presidente da DS/SP e um dos coordenadores da Frente, Luiz Fuchs, serviu para desenvolver ações para este ano com o fim de aprovar a proposta que extingue a contribuição previdenciária dos servidores públicos já aposentados e pensionistas.

A Frente São Paulo deliberou que, antes de qualquer ação mais efetiva, é preciso participar da mobilização de 11/3, convocada pelo MOSAP (Movimento dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas), em Brasília, para conhecer a nova configuração do Congresso Nacional. Além disso, o grupo planeja realizar ainda no primeiro semestre um seminário técnico sobre a PEC 555 em São Paulo.

“Precisamos avaliar a nova legislatura parlamentar e trabalhar com a sociedade civil para ampliar nossa luta”, observa Fuchs. “Neste ano, a luta da Frente São Paulo, a nossa batalha, continua em 2015 num cenário político diferente, mas não é um cenário que torne a vitória impossível”.  

Já para o secretário-geral da DS/SP, Rubens Nakano, “além da pressão junto ao Legislativo, temos que sensibilizar a opinião pública da justiça do nosso pleito por meio dos meios de comunicação e redes sociais a fim de pressionar o Executivo”.

Além de Fuchs e Nakano, o presidente Osvaldo Martins representou a DS/SP. Pela Frente São Paulo, participaram Paulo Lino (SINAL – Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central); Edith Benvindo (Unafisco Associação – Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil);Sylvio Micelli (CNSP – Confederação Nacional dos Servidores Públicos, FESPESP – Federação das Entidades de Servidores Públicos do Estado de São Paulo e ASSETJ – Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo); Maria Cristina Savino (SINAFRESP – Sindicato dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo); João Elísio Fonseca (ASPAL – Associação dos Aposentados e Pensionistas da Assembleia Legislativa de São Paulo e AFALESP – Associação dos Funcionários da Assembleia Legislativa de São Paulo); Wilson Araújo (SINDAF – Sindicato dos Auditores-Fiscais Tributários do Município de São Paulo); Ariovaldo Cirelo (APAFISP – Associação Paulista dos Auditores-Fiscais da Receita Federal); Maria Helena Garcia (SINTRAJUD – Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Estado de São Paulo) e Aparecida Teixeira (SINESP – Sindicato dos Especialistas de Educação do Ensino Público Municipal de São Paulo) e Carmen Bueno (APASE - Sindicato dos Supervisores de Ensino do Magistério Oficial no Estado de São Paulo).

Foto e texto: Jornalismo DS/SP




Notícias mais visitadas nos últimos 30 dias


.... mais notícias