28/7/2015 - Fespesp
Por Marianna Oliveira

Comissão de Entidades se reúne na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Marianna Oliveira
Diretoria da Fespesp comunica solicitação de reunião sobre precatórios
A Comissão de Entidades Representativas dos Servidores Públicos do Estado de São Paulo esteve reunida na tarde desta segunda-feira (27) para tratar de assuntos de interesse do servidor.
 
O presidente da Federação das Entidades de Servidores Públicos do Estado de São Paulo (Fespesp), José Gozze, abriu a reunião falando sobre o pagamento dos precatórios. No dia 20 de julho, as entidades entregaram um ofício ao presidente do TJSP, José Renato Nalini para discutir sobre os precatórios. Nalini encaminhou o pedido ao desembargador Luis Paulo Aliende Ribeiro e o encontro foi marcado para o dia 30 de julho.
 
Os servidores irão se encontrar em frente à sede Ipiranga da Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (Assetj) às 13h30 e seguir à reunião.  Ainda não se sabe quantas pessoas serão atendidas pelo desembargador, entretanto, o presidente da Fespesp reforçou que “a presença de todas as entidades é importante para que o conjunto do funcionalismo seja notado”.
 
Impasses como a dificuldade do Tribunal em dar andamento nos processos de pagamento de precatórios serão colocados em pauta para a reunião.
 
O segundo item a ser discutido foi a criação da Pública, Central dos Servidores. No dia 10 de agosto, às 10h, no Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União (Sindilegis) em Brasília acontecerá a assembleia de fundação da central.
 
Gozze afirmou que a Central não admite política partidária. “A criação da Pública não é importante apenas à defesa dos servidores públicos, mas também para o Brasil como um todo e para ter um estado realmente dirigido ao cidadão”, declarou.
 
Quem for participar da assembleia, deverá preencher a ficha de filiação e indicar, em média, três pessoas para representar a entidade (associativa ou sindical) em Brasília. Os selecionados vão receber um crachá de identificação e terão direito a voto.
 
Por fim, foi discutidos com às entidades presentes os projetos que possivelmente serão enviados à Alesp para votação. As minutas apresentadas por Geraldo Alckmin prevêem a extinção da licença-prêmio,  cargos e funções; classificação das funções de serviço público retribuído mediante pró-labore e redução da Participação de Resultados (PR) e Bonificação por Resultados.
O diretor da Fespesp, Luiz Carlos Toloi, ressaltou que o primeiro passo é repassar as informações aos associados e entidades filiadas e analisar item por item do que foi proposto por Alckmin. “Se for uma realidade, vamos lutar e brigar contra isso. Já acionamos alguns deputados que estão levantando informações sobre o que está no documento timbrado pelo governo”, alertou.

Os diretores da Fespesp, João Elísio Fonseca (Aspal) e Sylvio Micelli (Assetj), também estiveram presentes.
 
A próxima reunião para dar continuidade aos assuntos tratados hoje está marcada para o dia 17 de agosto, às 14h na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.



Notícias mais visitadas nos últimos 30 dias

1 - TJSP cumpre Constituição e autoriza novo cálculo de contribuição
2 - AASPTJ-SP promove lançamento de livro em Presidente Prudente
3 - Presidente da Afresp recebe homenagem da Associação dos Oficiais da Polícia
4 - Entidades do Judiciário definem dia de mobilização
5 - Representantes de Entidades se reúnem com deputado Arnaldo Faria de Sá
6 - Primeira-dama e professora Lúcia França recebe líderes de entidades
7 - Com um auditório repleto, APESP promove o I Simpósio de Justiça e Cidadania
8 - CCM discute contradições no Projeto de Autarquia do Iamspe

.... mais notícias