20/8/2015 - Fespesp
Por Em decisão publicada no portal do TJSP nesta quinta-feira, 20 de agosto, o desembargador Francisco C

TJSP confirma: o Governo tem que pagar dias parados a professores

Em decisão publicada no portal do Tribunal de Justiça de São Paulo nesta quinta-feira, 20 de agosto, o desembargador Francisco Casconi reafirmou a plena validade da liminar concedida à APEOESP pelo Órgão Especial do TJSP, confirmada pelo Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ministro Ricardo Lewandowsky, que obriga o Governo Estadual a pagar a integralidade dos dias parados (de 13 de março a 12 de junho) a todos os professores que participaram da greve.

O desembargador ainda não decidiu sobre os pedidos da APEOESP para intervenção federal no Estado e abertura de processo-crime contra o Governador e o Secretário da Educação por desobediência à ordem judicial, pedido este que aguarda parecer do Ministério Público.

 

O desembargador, que também é relator do dissídio, reafirmou que a liminar nada tem ver com o dissídio, derrubando o argumento que o Governo Estadual utilizou para suspender a folha de pagamento suplementar prevista para 24/08.

 

Assim sendo, o Estado está obrigado a pagar todos os dias parados, a todos os professores grevistas.

 

A APEOESP realiza a partir das 14 horas desta quarta-feira, um ato público em frente à Secretaria da Educação, na Praça da República, para pressionar o Governo a cumprir a liminar, garantir a reposição de aulas a todos os professores e atender as reivindicações da categoria, tendo em vista que sequer anunciou o reajuste salarial que prometera para o mês de julho.

 

Maria Izabel Azevedo Noronha

Presidente da APEOESP




Notícias mais visitadas nos últimos 30 dias

1 - Fespesp pressiona deputados pela votação do PLC 30/2013
2 - Entidades do Judiciário definem próximos passos da Campanha Salarial

.... mais notícias