18/12/2015 - Fespesp
Por Fespesp

Moção de apoio aos estudantes da rede pública estadual

A Federação das Entidades de Servidores Públicos do Estado de São Paulo (Fespesp) e o Centro Associativo dos Profissionais de Ensino do Estado de São Paulo (Capesp), vem por meio deste instrumento parabenizar as alunas e alunos da rede pública de ensino do Estado de São Paulo pela retumbante vitória em relação à política de reorganização e fechamentos de escolas levada a cabo pelo Governador Geraldo Alckmin no final do presente ano.

Reputamos que a decisão de fechar estabelecimentos de ensino de per si configura política pública de eficácia extremamente duvidosa, mormente quando esta é realizada sem as devidas discussões com a sociedade civil e sem a posição oficial dos Conselhos de Escola. Não se pode permitir que o poder público imponha decisões à revelia dos mecanismos de gestão escolar democrática previstos na legislação nacional.

Outrossim, consideramos que tal iniciativa do Governo do Estado, a julgar pelo exemplo de outro Estado da Federação governado pelo mesmo partido (PSDB) que dirige o executivo paulista, busca nada menos que abrir espaço para privatização larga e desmedida da prestação de serviços educacionais através do repasse destes para organizações do terceiro setor. Fato que contribui para a malversação do dinheiro público e fere de morte o princípio do concurso público.

Portanto, a ocupação das escolas pelos bravos alunos foi medida justa que se impôs devido à iminência do desmonte de suas unidades escolares. Tratou-se de providência conforme a Constituição Federal, típico exemplo de desobediência civil, reconhecida, inclusive, pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Por fim, repudiamos as medidas de violência promovidas pelo Governo do Estado de São Paulo sobre os estudantes, agredindo jovens e adolescentes que faziam uso do seu direito de se expressar e protestar; bem, como o reconhecimento do caráter político das prisões efetuadas em razão dos episódios dos quais aqui tratamos.

São Paulo, 14 de dezembro de 2015

José Gozze

Presidente Fespesp

 

Confira abaixo as duas cartas de moção escrita pela Fespesp e o Centro Associativo dos Profissionais de Ensino do Estado de São Paulo em apoio aos estudantes: 

 

   








Notícias mais visitadas nos últimos 30 dias

1 - Assessoria do TJSP confirma: sem previsão de pagamento da data-base
2 - Retirar direitos dos servidores é destruir o Serviço Público
3 - Artigo: PEC Emergencial 186/2019
4 - Ato do dia 18 suspenso em São Paulo
5 - APESP protocola ofício requerendo adoção ampla e imediata do teletrabalho
6 - Assojubs aborda presidente do TJ durante passagem pela Baixada Santista
7 - Repressão aos servidores marca aprovação da Reforma da Previdência em SP
8 - Informe do TJSP sobre o Coronavírus
9 - Assojubs e Sintrajus reforçam a participação na Assembleia Estadual
10 - Posicionamento da Pública sobre ações econômicas em tempos de Coronavírus
11 - Governo de S. Paulo quer perseguir influenciadores com dinheiro público
12 - Juiz corregedor revoga OS que estipulava metas para setor técnico
13 - Justiça suspende reforma da Previdência de Doria
14 - Comunicado do Conselho Superior da Magistratura
15 - Guedes é contra redução salarial de servidores durante pandemia
16 - Nota de repúdio ao Deputado Rodrigo Maia
17 - Corte de salário de parlamentares é essencial durante a pandemia
18 - COVID-19: Iamspe abre Pronto Atendimento exclusivo para servidores
19 - Fespesp cobra TJSP sobre medidas contra o COVID-19
20 - Vacinação contra gripe no Iamspe
21 - Vitória da Pública em articulação da PEC Nº 10/2020
22 - Transformação de Agentes será votada dia 10 de abril
23 - Nota de pesar - Falecimento do Oficial João Alfredo Portes
24 - Aplausos no Dia Mundial da Saúde
25 - Pública lidera manifesto em combate ao Coronavírus
26 - Fespesp ingressa em Ação contra suspensão no pagamento dos Precatórios
27 - Campanha de Arrecadação de recursos para o Iamspe

.... mais notícias