22/4/2018 - Assetj
Por Raquel Munhoz

Assembleia do Judiciário marcada por resistência e pressão ao TJSP

FOTO RAQUEL MUNHOZ
Gozze propôs aos presentes uma passeata pela região central, contornando o prédio do Fórum João Mendes. Todos votaram aprovando a proposta.

Na tarde desta sexta-feira, entidades de todo Judiciário estiveram reunidas na Praça João Mendes, São Paulo, para a assembleia da categoria. Diversas pautas foram discutidas entre as lideranças e os servidores, como o 1,81% de reajuste concedido pelo Tribunal e a majoração dos auxílios, desproporcional com o aumento real dos serviços.

O presidente da Fespesp, José Gozze, subiu no caminhão após diversas entidades e servidores fazerem suas explanações. Gozze propôs aos presentes uma passeata pela região central, contornando o prédio do Fórum João Mendes e dando continuidade à assembleia em frente ao Palácio da Justiça, na Praça Clóvis Beviláqua. Todos votaram aprovando a proposta.

Após a passeata, enquanto os servidores permaneceram na praça Clóvis, Gozze e as lideranças entraram no Palácio para uma tentativa de conversa com o presidente do TJSP, Manoel de Queiroz Pereira Calças. Mesmo estando no prédio, Calças não atendeu ao pedido de reunião.

As entidades foram recebidas pelos juízes assessores Marco Fabio Morsello, Airton Pinheiro de Castro e Ricardo Dal Pizzol. Segundo eles, o presidente irá na terça-feira (24) se reunir com os deputados estaduais na Alesp para discutir o andamento dos Projetos de Lei e diretrizes orçamentárias.

“Falta uma compreensão melhor deles que entraram agora no Tribunal de como funciona a Assembleia Legislativa. Essas questões só serão resolvidas se tratadas com o governador”, destacou Gozze.

Para o presidente da Fespesp, a preocupação é que o ano acabe e pouco esteja resolvido. “Este ano temos Copa e eleições e, por experiência, as pautas dos servidores ficam sempre para depois destes grandes eventos. Não podemos mais esperar todo este tempo”, reiterou. 

Na segunda-feira será protocolado um pedido de reunião com o presidente, que deverá ocorrer em maio. De acordo com os juízes, Calças não se reuniu antes com os servidores por falta de tempo hábil.




Notícias mais visitadas nos últimos 30 dias

1 - Encontro com Escreventes - Discussão do PL 3/2018
2 - Inauguração da Pública São Paulo
3 - Encontro com Escreventes discute aprovação do PL 3/2018
4 - Discussão do Núcleo dos Escreventes da Assojubs acontece em Cubatão
5 - Audiência Pública pela Aprovação do PL 3/2018
6 - Mosap lança alerta de nova fraude contra servidores públicos
7 - Chamado para a Audiência Pública na quinta (30) sobre o nível universitário
8 - SPPrev deixará de enviar holerites pelos Correios
9 - Servidores da Comarca de Assis reunidos com a Assojubs e Sintrajus
10 - FOCAE-SP realiza encontro com candidatos ao legislativo estadual e federal

.... mais notícias