19/9/2019 - Apatej
Por Conjur

Calças apresenta ao Órgão Especial projeto de prédio que custará R$ 1,2 bi



O desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), apresentou na quarta-feira, 28/08, aos integrantes do Órgão Especial, o planejamento para construção do novo prédio do tribunal, o que inclui o projeto e o passo a passo da licitação. O valor preliminar da obra, que ainda depende de aprovação, é de R$ 1,2 bilhão.

A apresentação ocorreu a portas fechadas durou mais de uma hora. Segundo apurou a Conjur, os integrantes do colegiado fizeram sugestões ao projeto. Ainda não há prazo para início das obras. A expectativa é inaugurar o prédio entre 2025 e 2027.

No início de agosto, a Prefeitura de São Paulo autorizou a construção do prédio. O alvará de aprovação de edificação nova foi publicado no Diário Oficial do Município, junto com um parecer técnico elaborado pelo Conselho Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável dando aval para a obra.

O terreno do novo prédio fica entre as ruas Conde de Sarzedas, Conselheiro Furtado e Tabatinguera, no centro da capital paulista. A ideia é reunir ali os gabinetes de todos os 360 desembargadores e dos juízes substitutos em segundo grau. Hoje, o TJ-SP aluga prédios apenas para os gabinetes, alguns ao custo de R$ 1,5 milhão por mês. Com o novo prédio, o tribunal espera economizar R$ 52 milhões ao ano.

“Esse projeto vai mudar o centro de São Paulo”, afirmou o presidente do TJ-SP, desembargador Manoel Pereira Calças, em entrevista ao Anuário da Justiça. “É a minha menina dos olhos”, completou. Segundo o presidente, a principal vantagem em ter todos os desembargadores trabalhando no mesmo local é a logística.

“Em primeiro lugar, menos gastos com transporte dos desembargadores para as sessões. Com um prédio só, a segurança também é reduzida”, afirmou. Com mandato terminando no fim do ano, Pereira Calças quer deixar ao seu sucessor ao menos o projeto 100% aprovado. Por isso, fez essa apresentação ao Órgão Especial.

 

O projeto

A ConJur teve acesso ao projeto do novo prédio do TJ-SP. Serão 31 pavimentos. Os 584 gabinetes, com 70m² cada, ficarão entre o 4º e o 23º andar. Haverá seis andares de garagem (mais de 1.200 vagas), além de um heliponto, um auditório com 689 lugares e um pavimento com restaurante exclusivo e área de convivência para desembargadores e juízes substitutos em segundo grau. A licitação do projeto executivo terá valor máximo de R$ 25,3 milhões. 

 

Publicada em 02/09/2019




Notícias mais visitadas nos últimos 30 dias

1 - Ato das Entidades representativas das/os servidoras/es do TJ cobra nomeação
2 - Audiência Pública contra o PL 899/2019 na Alesp
3 - APESP ingressa com a 2ª ação judicial autorizada em Assembleia Geral
4 - Saiba quais são os bancos credenciados para gestão da folha de pagamento
5 - Morre Domingos Travesso, um dos principais apoiadores da Apampesp
6 - STF decide: “Não cabe indenização por falta de revisão de vencimentos”
7 - Quinquênio: Associados da ASSOJURIS receberão R$ 210.182,06
8 - Presidente da Apampesp fala sobre aposentado no novo Fundeb
9 - Frente Parlamentar em defesa do Iamspe é relançada
10 - Apampesp e CPP discutem estratégias de luta conjunta em defesa do professor
11 - Direito de organização sindical no setor público será tema de audiência
12 - Ação coletiva da AOJESP referente à URV encontra-se em fase de apostilament
13 - Calças apresenta ao Órgão Especial projeto de prédio que custará R$ 1,2 bi
14 - Carta Aberta defende urgência na nomeação de concursados no TJSP
15 - Audiências públicas para o orçamento de 2020
16 - APESP e APADEP atuam conjuntamente na Alesp para defender pautas comuns
17 - Reformas sob a perspectiva do Presidente da Pública, José Gozze
18 - Apampesp presente no lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Iamspe
19 - Relator apresenta parecer sobre emendas de plenário da PEC 6/2019
20 - Pesquisa de avaliação sobre a gestão do TJ-SP é prorrogada
21 - 2º Seminário Nacional sobre Saúde dos Magistrados e Servidores
22 - Lobato participa de reunião da Comissão de Direitos Humanos
23 - Marcação cerrada: relator apresenta complemento de voto na CCJ
24 - Apampesp participa de movimento contra o fim do Fundeb
25 - Governadores querem inclusão automática dos Estados na Reforma
26 - CNJ disponibiliza curso de capacitação para os servidores do Judiciário
27 - Previdência: senadores propõem 78 emendas para tentar mudar texto
28 - Desafios da Educação no Brasil
29 - APESP participa do Encontro de Presidentes das Comissões de Advocacia
30 - Em Brasília, Apampesp batalha por aposentado no novo Fundeb
31 - Apatej solicita ao Executivo melhorias no entorno do Fórum de Carapicuíba
32 - Cerimônia comemorativa dos 26 anos de fundação da CNSP
33 - Reunião do Núcleo de Aposentados da Assojubs
34 - Assojubs nas comarcas de Santos, São Vicente, Praia Grande, Registro
35 - Instituto do Acesso: Comitê Paritário do TJSP e entidades
36 - Lewandowski suspende contribuição sindical patronal e de trabalhadores
37 - Assojubs em Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Itariri, Guarujá e Bertioga
38 - Evitamos mais um calote nos precatórios alimentares
39 - Apampesp cobra inclusão de aposentados em lançamento do Fórum pelo Fundeb
40 - Entidades discutem estratégias de luta contra PL
41 - Pesquisa revela dados importantes sobre o Depoimento Especial
42 - Bolsonaro é desmentido por Servidores públicos
43 - MANIFESTO CONTRA A PEC 899 DE 2019
44 - Lançamento da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público
45 - Vitória da CNSP no STF: Índice de correção de precatórios a partir de junho

.... mais notícias