31/3/2020 - CNSP
Por Antonio Tuccilio/ CNSP

Nota de repúdio ao Deputado Rodrigo Maia



A Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP), entidade que representa cerca de 800 mil servidores em todo o país, é contra a aventada possibilidade de corte de salários dos servidores dos três Poderes. É sabido que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), está articulando proposta com os partidos políticos. Além de inconstitucional, o corte de salários neste momento de pandemia é uma atitude desumana e um desrespeito aos servidores e às suas famílias.

Esta é também uma iniciativa que vai contra o que está sendo feito no mundo. Países como EUA e Inglaterra, que também passam por quarentena, estão se organizando para estancar a falta de salários nas áreas pública e privada e até para profissionais autônomos. Por que o Brasil não segue o exemplo das potências mundiais?

Rodrigo Maia diz que os servidores devem colaborar, mas em momento algum fala sobre como deputados e senadores, donos de altíssimas remunerações, podem contribuir. A CNSP sugere ao presidente da Câmara que comece por cortar os salários, as regalias e os cargos comissionados dos parlamentares antes de prejudicar os servidores públicos, como profissionais de saúde, educação e segurança. Se quer uma contribuição é melhor começar dando o exemplo.

 

Antonio Tuccílio,

Presidente da Confederação Nacional dos Servidores Públicos.

 

Publicado em 26/03/2020




Notícias mais visitadas nos últimos 30 dias

1 - Frente Paulista recebe Vladimir Nepomuceno para esclarecimentos da PEC 32/2
2 - Pública completa mais uma Campanha Voto Consciente
3 - Frente Paulista discute PEC 32
4 - Giannazi e entidades protocolam Impeachment contra Doria
5 - Rodrigo Maia diz ao STF que reforma administrativa está suspensa
6 - Em defesa da vida das trabalhadoras e dos trabalhadores da USP
7 - Justiça Eleitoral adota medidas sanitárias diante da pandemia de Covid-19
8 - Reunião da Frente Paulista em Defesa do Serviço Público

.... mais notícias