21/5/2020 - Pública Central do Servidor
Por Pública Central do Servidor

Nota de Repúdio da Pública por ofensa do Ministro Guedes



A Pública Central do Servidor vem a público repudiar veementemente mais esse desrespeito aos servidores públicos por parte do mesmo ministro que já os atacou com a alcunha de PARASITAS, agora os qualifica de ASSALTANTES. Não satisfeito ainda disse que os servidores estão saqueando o país, explorando politicamente o momento e “subindo em cadáveres para fazer palanque”. Ao contrário do que diz Paulo Guedes, os servidores públicos não são criminosos e sim, por bom exemplo, por intermédio do belo trabalho dos profissionais da Saúde, hoje são comparados a verdadeiros heróis, arriscando-se nas frentes de batalha contra o Covid-19. Enquanto isso, covardemente, são enxovalhados por um governo que não reconhece a importância dos que entregam os serviços mais essenciais para a população.

Contudo, sabemos que a única proposta concreta de Guedes para enfrentar a pandemia é enfraquecer as condições remuneratórias daqueles que estão atendendo a sociedade brasileira em todos os serviços públicos.

Da mesma forma os Policiais Federais prestam um valoroso serviço e são comparados pelo ministro com os criminosos que enfrentam diariamente em seus postos de trabalho em todo o território nacional. Como se pode dar credibilidade a esses verdadeiros molestadores de reputações? Muito mais, entendemos que os que “caminham sobre cadáveres” são os verdadeiros responsáveis pelo aumento de infectados e mortos pela pandemia do coronavírus que vão sendo enfileirados em covas solitárias, sem direito sequer a uma despedida digna.

Vivemos um momento histórico, cruelmente histórico, afinal nada se pode esperar dos que desautorizam cientistas e autoridades médicas de todo o mundo, se portando como os piores tiranos de outrora. Não é de hoje que os servidores vêm sofrendo ofensas desse desgoverno que ainda tentam repassá-los os problemas de caixa do Brasil, cujo cofre está em poder de um time de incompetentes.

Um líder se forja através do respeito e do espírito de solidariedade, atributos que devem prevalecer independentemente de partidarismos e divergências políticas. O governo brasileiro é constituído por verdadeiros, esses sim, SAQUEADORES das esperanças de um povo que é deixado a mercê do egocentrismo e irresponsabilidade do presidente.

Quando se ouve de um ministro que deveria cuidar da saúde econômica do país, o chefe de uma pasta tão importante, despropérios que atingem diretamente a honra de profissionais insignes, esses que servem dignamente à sociedade brasileira, daí se conclui em que mãos foram entregues o destino da Nação.

Assim, a Pública que aglutina Entidades Representativas dos Servidores Públicos Brasileiros, se une a elas manifestando o seu mais alto repúdio às palavras mal ditas do Paulo Guedes, Ministro da Economia da República Federativa do Brasil.




Notícias mais visitadas nos últimos 30 dias

1 - Live Ações para o enfrentamento do Coronavírus
2 - Debate: Expectativas sobre o Judiciário - part. José Gozze
3 - Tudo pronto para a Live histórica do dia do Trabalhador neste 1º de Maio
4 - Live: O papel dos servidores na reconstrução do estado brasileiro
5 - Iamspe: Carteirinha Digital, 2ª via de boleto e a Declaração de IR
6 - Live: o serviço social em tempos de pandemia
7 - Centrais enviam carta para o presidente da Câmara Rodrigo Maia
8 - Live: Os Servidores do Judiciário na crise do Coronavírus
9 - O remédio da demagogia em tempos de coronavírus
10 - NOTA DAS CENTRAIS SINDICAIS
11 - Taxar grandes fortunas é alternativa para garantir mais recursos
12 - Nota de Repúdio da Pública por ofensa do Ministro Guedes
13 - Nota das centrais sindicais em defesa da Democracia, contra o Golpe
14 - Live | Políticas públicas e serviço público durante e pós pandemia

.... mais notícias